top of page
Search
  • Writer's pictureÍmpar Inteligência em Investimento

Inteligência Emocional



O ano de 2021 foi muito desafiador para todos nós. Manter a calma no nosso dia a dia, no trabalho ou na vida pessoal foi difícil, e ainda ter que pensar nos investimentos foi um grande aprendizado, principalmente num ano marcado por oscilações e incertezas.


A inteligência emocional é fundamental para conseguirmos atravessar esses momentos conturbados, e 2022 tende a ser um ano ainda muito complexo, com a expectativa das eleições, reflexos da pandemia e a economia se reerguendo, será muito importante manter o equilíbrio.


Mas o que é inteligência emocional?

É a capacidade de monitorar as próprias emoções e as emoções das pessoas. Isso permite que você discrimine diferentes emoções e as classifique adequadamente, o que, por sua vez, ajuda a controlar seu modo de pensar e seu comportamento e a aumentar sua eficácia pessoal.

O popular modelo da inteligência emocional proposto por Daniel Goleman se baseia em 5 componentes:


Autoconhecimento: a capacidade de reconhecer e compreender os próprios estados de espírito, emoções e motivações e saber como elas afetam as pessoas;

Autocontrole: a capacidade de controlar impulsos e estados de espírito desestabilizadores, conter a crítica e pensar antes de agir;

Automotivação: a paixão pelo trabalho alimentada por motivações internas que vão além do dinheiro e do status;

Empatia: a capacidade de compreender as emoções dos outros;

Aptidão social: a capacidade de administrar relacionamentos e desenvolver redes de relacionamento, encontrando pontos em comum e criando afinidades com as pessoas.

É comum ver pessoas angustiadas, ansiosas e algumas vezes “perdendo a cabeça” com o sobe e desce do mercado, principalmente, aquelas que não estão emocionalmente preparadas.

Mas como trabalhar com inteligência emocional no mercado financeiro?

•O primeiro passo é conhecer o seu Perfil de Investidor(a) e respeitar as suas características, ou seja, não queira dar um passo maior que a perna;

•Estude para ganhar confiança, vá em busca de conhecimento. Isso traz mais segurança às suas tomadas de decisão;

•Busque entender e cuidar do seu emocional antes de aplicar, avalie sempre o seu momento de vida, suas prioridades e seus compromissos financeiros;

•Faça uma análise de perdas e verifique se está maduro(a) emocionalmente para lidar com diferentes cenários;

•Planeje seus investimentos e esteja confortável com as suas escolhas, sempre alinhado e respeitando o seu perfil e seu momento de vida;

•E por fim, paciência. Esse é o maior ativo.

Inteligência emocional é um fator muito importante para o resultado a longo prazo de qualquer investidor(a), principalmente para aqueles(as) que investem em Renda Variável.


O autocontrole, um dos componentes da inteligência emocional, é fundamental, já que a ansiedade e o impulso são dois comportamentos que costumam aflorar nos momentos mais delicados do mercado. Então, seja paciente. Não há “fórmula mágica”, mas com um bom trabalho com certeza você colherá bons frutos no futuro.


Fonte: 25 ferramentas de gestão – Julian Birkinshaw & Ken


20 views0 comments

Comments


whatsapp-logo.png
bottom of page